Capital Europeia da Juventude vai ter programa "ecléctico"

O programa da Capital Europeia da Juventude (CEJ) Braga 2012 vai ter uma programação "ecléctica", com cimeiras internacionais, atribuição de bolsas de estudo, festivais de música e centrada na "participação dos jovens na sociedade"

A revelação foi hoje feita pela Câmara Municipal de Braga (CMB), através de um comunicado enviado à Agência Lusa. "Braga honrará o título que lhe foi atribuído com um conjunto de actividades centradas em temas como a participação activa dos jovens na sociedade, espaços ao ar livre para cultura jovem, espaços para aprendizagem informal e diálogo inter-geracional, novas e inovadoras abordagens ao emprego jovem e multiculturalismo e integração", lê-se. Braga foi escolhida em Abril de 2008 pelo Fórum Europeu da Juventude como Capital Europeia da Juventude em 2012. Um dos "trunfos" de Braga, informou o comunicado, foi a existência de muita "juventude na população de Braga", já que cerca de "80 mil dos seus 180 mil habitantes tem menos de 35 anos".

Segundo a Câmara de Braga, os objectivos da CEJ 2012 passam por "mostrar aquilo que melhor caracteriza a juventude local e promover ideias e projectos inovadores quanto à participação activa dos jovens na sociedade". O comunicado da CMB revelou que o evento de abertura da CEJ 2012 tem como designação 'yWorld' e visa dar a conhecer "a vida dos jovens nos cinco continentes". A CEJ vai contar também com um festival de música, 'Music of the World', no qual jovens dos cinco continentes apresentarão as tendências musicais das respetivas origens. 'AtCampus' é outra proposta revelada hoje, consubstanciada na oferta de 27 bolsas de estudo para estudantes universitários não contemplados no programa 'Erasmus'", mas, em "troca", informou a CMB, terão que "relatar num weblog as suas experiências".

Para divulgar as origens históricas de Braga, a iniciativa 'Bracara from Augustus' contemplará um "curso intensivo de história da cidade" e a iniciativa 'YDing' incluirá "um treino especializado de escavação arqueológica na cidade". A CEJ Braga 2012 terá ainda "cimeiras internacionais" e espaços de "discussão" de temas como "participação e cidadania, criatividade, cultura e inovação, juventude e o mundo, emprego e empreendedorismo, ambiente e desenvolvimento sustentável, igualdade e inclusão social, saúde e bem-estar". A Capital Europeia da Juventude começou em Roterdão, em 2009, e prolongou-se para Turim, em 2010, e Antuérpia, em 2011.

Exclusivos