Bebé abandonado "está bem" mas continua internado

O bebé abandonado sábado à tarde à porta de um prédio em Vilar do Pinheiro, Vila do Conde, "está bem" e vai manter-se aos cuidados do Centro Hospitalar, unidade da Póvoa de Varzim.

O recém-nascido está a ter "todos os cuidados que são normais nestes casos, como sejam as vacinas e exames médicos", especificou uma fonte à agência Lusa.

A criança que foi deixada à porta do prédio, durante a tarde de sábado, "estava vestida, bem tratada" e junto dela foram deixados um "biberão e uma lata de leite em pó com o código de barras raspado", confirmaram, na altura, as autoridades policiais.

Ao que tudo indica o parto da criança "foi clandestino", avançou a mesma fonte hospitalar, tanto mais que, e na altura em que foi encontrado, o bebé tinha o cordão umbilical "amarrado com um fio dental".

O Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Matosinhos investiga o paradeiro dos pais, sendo que o Tribunal, através de um pedido do Ministério Público, terá que abrir um inquérito de averiguação de maternidade e paternidade do recém-nascido.

Se se descobrirem os pais, estes serão alvo de uma investigação da sua situação familiar e económica, sendo que depois o Tribunal decide se a criança é entregue aos progenitores ou se será decretada a adoção.

Para já, o bebé fica aos cuidados do hospital da Póvoa de Varzim até ser decretada a medida de protecção da criança.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG