Anonymous ameaçam Rui Rio em video no Youtube

O video foi colocado esta manhã e conta já com 74 visualizações. Uma voz com sotaque brasileiro acusa o presidente da Câmara do Porto de "antidemocracia pura", devido ao despejo do movimento Es.Col.A do Alto da Fontinha, e que o "tempo de impunidade" de Rui Rio está a esgotar-se.

(Veja o vídeo)

"Rui Rio esperamos que tenha entendido a nossa mensagem e que não nos obrigue a ser mais específicos e práticos", afirma a personagem com cara tapada com a coberta pela conhecida máscara dos Anonymous, grupo de pressão de identidade desconhecida.

No video é pedido ao autarca para que "reveja a atitude tomada", aceitando que está errado. "Não admitimos que um pequeno grupo de senhores liderado por você, Rui Rio, dite ordens contra a satisfação das populações locais", afirma.

O despejo do movimento que ocupava a antiga escola primária da Fontinha, em maio de 2011, dizem os Anonymous, veio revelar "desrespeito e falta de civismo para com a população e mais uma vez os governantes demonstrar que não têm capacidade para ocuparem o cargo que desempenham, são todos demagogos e entertainers".

"Rui Rio um presidente tem de ter a capacidade de ter qualificação para gerir uma câmara, algo que você não demonstra", é afirmado no vídeo.

Esta mensagem surge dias após o movimento ter alertado para a possibilidade de ser despejado, na sequência de um prazo que terá terminado ontem pela Câmara Municipal do Porto para assinatura de um contrato.

De acordo com o Es.Col.A, politicamente forçada a dialogar com os ocupantes da antiga Escola Primária do Alto da Fontinha, a Câmara Municipal do Porto mais não queria do que anunciar que o despejo se mantinha, embora adiado. Numa reunião com dois delegados da Assembleia do Es.Col.A, os representantes da autarquia exigiram que o projecto assinasse a sua sentença de morte, traduzida num contrato de aluguer com fim em Junho.

No espaço a população tem acesso a atividades como desenho e leitura, yoga ou cinema documentário. "Se vocês fossem governantes dignos, dotados de deveres cívicos e mais inteligência teriam apioiado e incentivado para que o projeto da escola da Fontinha tivesse seguido com sucesso mas, ao contrário, preferiram despejar as pessoasque iniciaram um trabalho bem melhor que o vosso. A vossa atitude é vergonhosa para Portugal", dizem os Anonymous.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG