Multas de trânsito prescritas diminuíram 23 por cento

O secretário de Estado da Administração Interna, Filipe Lobo D"Ávila, disse hoje que o número de multas de trânsito prescritas diminuiu 23 por cento este ano devido ao aumento da taxa de decisão.

Na Comissão Parlamentar dos Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, Filipe Lobo D"Ávila destacou o "grande esforço" que está a ser feito para diminuir as contraordenações prescrições.

O secretário de Estado justiçou a redução das prescrições com o aumento da taxa de decisão, que aumentou 79 por cento.

Dados provisórios indicam que em abril o número de contraordenações prescritas atingiu as 23 mil, contra as 32 mil registadas no mesmo mês de 2012.

Na primeira comissão, o ministro da Administração Interna disse ainda aos deputados que todos os anos estão previstas novas admissões para a PSP e GNR.

Nesse sentido, Miguel Macedo anunciou que entre setembro e outubro vai ter início um novo curso de formação para novos elementos das forças de segurança, mas não especificou o número de novas admissões.

O ministro admitiu que anualmente saem mais elementos das forças de segurança do que aqueles que entram.

"A velocidade a que saem é maior do que a velocidade a quem entram", disse, referindo que na GNR saem mais de 1.000 militares por ano.

Miguel Macedo sublinhou que "do ponto de vista da formação e renovação do pessoal é feito um esforço grande para manter esse nível de saída".

O ministro respondia à questão levantada pelo deputado socialista Filipe Neto Brandão sobre "a diminuição do número de efetivos policiais", sublinhando que o ano de 2012 terminou com menos polícias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG