Mulher desaparecida depois de ter sido arrastada por água de tanques

Tanques terão rebentado por terem água a mais, devido à chuva que tem caído na região

Uma mulher está dada como desaparecida na freguesia do Campanário, na Madeira, depois de supostamente ter sido arrastada pela água que vazou na sequência do rebentamento de dois tanques, disse o presidente da câmara da Ribeira Brava.

"Tudo indica que a senhora, que tem entre os 60 e os 70 anos, tenha sido levada pela água quando os tanques rebentaram, supostamente por terem água a mais devido à chuva que tem caído na região. Está dada como desaparecida", disse à agência Lusa Ricardo Nascimento.

O autarca referiu que esta ocorrência foi registada na zona das Furas e Amoreira, na freguesia do Campanário, no concelho a oeste da ilha da Madeira.

O responsável adiantou que no local estão elementos dos bombeiros da Ribeira Brava e "equipas de socorro, para tentar encontrar a senhora".

Também está no terreno a equipa de Proteção Civil da câmara para "efetuar operações de limpeza e restabelecer a passagem nas veredas". A autarquia também enviou para o local elementos para apoio social, acrescentou Ricardo Nascimento.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou o arquipélago da Madeira sob avisos laranja e amarelo para hoje e quinta-feira devido a chuva ou aguaceiros fortes acompanhados de trovoada.

Segundo o IPMA, a partir das 00:00 de hoje todo o arquipélago da Madeira vai estar sob aviso amarelo devido à precipitação forte, acompanhada de trovoada.

O aviso amarelo é o segundo menos grave de uma escala de quatro e refere-se a uma "situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica".

A partir das 06:00 e até cerca das 15:00 de hoje, o aviso passa a laranja também para todo o arquipélago.

O aviso laranja é emitido devido a uma situação meteorológica de risco moderado e elevado e é aconselhado às pessoas para se manterem ao corrente da evolução das condições meteorológicas e seguir as orientações da Autoridade Nacional da Proteção Civil.

O aviso volta a ser amarelo a partir das 15:00 de hoje e até cerca das 12:00 de quinta-feira.

A capitania do Porto do Funchal também emitiu avisos devido à agitação marítima e má visibilidade nos mares do arquipélago, recomendando aos proprietários de embarcações que permaneçam nos portos de abrigo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG