Muitos licenciados? Alemanha até já recruta engenheiros em Portugal

Afirmações de Angela Merkel sobre licenciados em Portugal criticadas por antigos responsáveis da Educação e por todos os partidos

A convicção da chanceler alemã de que "Portugal e Espanha têm muitos licenciados", e de que isso pouco lhes serve, deixou espantados e revoltados os antigos responsáveis da Educação e Ensino Superior ouvidos pelo DN.

Para Júlio Pedrosa, ex-ministro que também presidiu ao Conselho Nacional da Educação, Angela Merkel "foi mal informada sobre Portugal". E nem para o seu país deveria fazer este discurso, já que as dificuldades porque passa nesta área são visíveis.

"O que é verdade é que a Alemanha poderá ter um défice de licenciados em determinadas áreas, nomeadamente na engenharia e em tecnologias", disse ao DN , lembrando que "é extremamente fácil aos nossos licenciados ganharem um emprego na Alemanha".

No parlamento, a condenação do "disparate" da chanceler alemã foi unânime: "Ela que estudasse! Convinha que os líderes europeus soubessem do que estão a falar, que tenham um mínimo de conhecimento, para não dizerem disparates", criticou o deputado do PS, João Galamba.

Leia mais pormenores na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG