Ministro da Agricultura pede apoio para produtores

O ministro da Agricultura vai formalizar hoje no Luxemburgo o pedido de apoio aos produtores portugueses afectados pela crise provocada pelo surto de bactéria E.coli, durante a reunião extraordinária convocada para debater estes problemas, disse fonte oficial.

Na reunião extraordinária de ministros da Agricultura europeus vão estar em foco as ajudas ao sector hortofrutícola devido à epidemia que provocou duas dezenas de mortos.

António Serrano vai apresentar aos seus parceiros europeus um "levantamento exaustivo" do impacto desta crise alimentar sobre os agricultores portugueses e "formalizar o pedido de apoio", afirmou à Lusa fonte do ministério.

A reunião foi convocada pela presidência húngara da União Europeia para analisar os problemas dos produtores, afectados pelas quebras no consumo de saladas e pela proibição de importações de vegetais comunitários decidida pela Rússia e outros países.

Em Portugal, os prejuízos atingiram dois milhões de euros na semana passada.

Na Alemanha estima-se que rondem os 20 milhões de euros.

Os agricultores espanhóis terão perdido 200 milhões de euros.

A origem do surto infeccioso foi inicialmente associada pelas autoridades alemãs a pepinos espanhóis, o que foi posteriormente desmentido.

No entanto, o alerta sobre a ingestão de tomates, pepinos e alface não foi levantado de imediato.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG