Ministra promete negociar "em breve" estatutos da PSP e da GNR

A ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues, prometeu hoje, no parlamento, que "em breve" vai arrancar o processo negocial para discutir os estatutos profissionais da PSP e da GNR.

Aos deputados da comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, Anabela Rodrigues assegurou que vai começar o processo negocial com os vários parceiros, incluindo os sindicatos da PSP e as associações profissionais da GNR.

A ministra considerou os diplomas "fundamentais" para as forças de segurança, esperando que se possa encontrar uma "solução satisfatória" e um "consenso".

Os diplomas dos estatutos profissionais da PSP e da GNR requerem "uma visão ponderada", tendo em conta que se trata de corpos especiais, disse, acrescentando que as alterações vão "resultar numa estabilização duradoura, imprescindível para a atuação" das forças de segurança.

A ministra disse também que o trabalho para preparar as alterações aos diplomas está a ser feito "em estreita coordenação entre os vários ministérios", tendo existido ainda reuniões com a direção nacional da PSP e com o comando-geral da GNR.

Para o deputado do PS, Jorge Lação, esta matéria "é um verdadeiro falhanço" deste Governo, uma vez que devia ser tratado no início do mandato.

Na comissão, o secretário de Estado adjunto da ministra Administração Interna, Fernando Alexandre, disse que o efetivo da PSP e da GNR vai estabilizar nos próximos anos nos 44 mil elementos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG