Ministério da Educação lamenta desaparecimento de José Manuel Prostes da Fonseca

O Ministério da Educação e Ciência lamentou hoje o desaparecimento de José Manuel Prostes da Fonseca, antigo secretário de Estado da Administração Escolar nos três primeiros governos provisórios após o 25 de Abril de 1974.

José Manuel Prostes da Fonseca morreu hoje, em Lisboa, vítima de doença, disse à agência Lusa um familiar.

Num comunicado, o ministério tutelado por Nuno Crato lamenta o desaparecimento do antigo governante que atualmente exercia as funções de secretário executivo do CEEP Portugal/Centro Europeu de Empresas com Participação Pública.

José Manuel Prostes da Fonseca licenciou-se em Engenharia Química, foi diretor-geral da Administração Escolar, antes do 25 de Abril, e secretário de Estado da Administração Escolar, no Ministério da Educação e Cultura.

Foi ainda diretor-geral do Gabinete de Estudos do Ministério da Educação e Investigação Científica, tendo criado o CIFAG -- Centro de Informação e Aperfeiçoamento em Gestão.

O professor José Manuel Prostes da Fonseca ocupou também o cargo de presidente do conselho diretivo do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE), entre 1984 e 1990.

O funeral realiza-se na terça-feira, pelas 10:30, no Cemitério do Alto São João, Lisboa, informou a família.

A missa de corpo presente está marcada para as 10:00, na igreja São João de Brito, em Lisboa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG