Mil pessoas acompanham celebração no exterior

No exterior da Sé de Lisboa cerca de mil pessoas aguardam a saída do cortejo fúnebre e algumas lamentam, nas escadarias, as más condições acústicas que impedem que se consiga ouvir a celebração.

Dezenas de personalidades da igreja, política e sociedade civil então na Sé de Lisboa onde decorre o funeral de D. José Policarpo. À entrada, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou o "homem intelectual e líder espiritual" que foi o patriarca emérito de Lisboa. O Presidente da República, Cavaco Silva, não falou à chegada, tal como Assunção Cristas, Mota Soares e Rui Machete, os três membros do governo presentes.

Assunção Esteves definiu este como "um dia de tristeza e de perda". Já o ex Presidente da República Ramalho Eanes lembrou "a grande generosidade" de Policarpo e o "trabalho que prestou à comunidade".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG