Mestres da areia em diálogo de gerações

Ergueram-se castelos de sonho e estrelas do mar, tal como há 60 anos, quando o 'Diário de Notícias' se fez à costa.

Alexandre Alves, o vencedor de ontem da categoria B (11-14 anos), é, porventura, quem melhor exterioriza o espírito das Construções na Areia tal como foi inspirado na primeira edição desta iniciativa do Diário de Notícias há 60 anos: dedicou o prémio aos dois irmãos mais velhos, de 18 e 14 anos, porque também eles participaram em anteriores edições e ganharam prémios. Estava ali por eles, e daí o seu contagiante sorriso.

Foi entre a praia Centro e a praia Física, em Santa Cruz, concelho de Torres Vedras, no top das 50 melhores praias do mundo, que ontem se realizou mais uma edição desta iniciativa de diálogo entre gerações. Às 09.45 já os 46 participantes, 30 do escalão A (6-10 anos) e 16 do escalão B, formavam a fila que lhe daria acesso ao recinto onde a imaginação se iria erguer da areia. Se a Beatriz optou por um símbolo nacional, o galo de Barcelos, já a Carolina Teodoro, 9 anos, hesitava entre a borboleta e o castelo. Optou por este último e justificou: "Sou uma princesa." Muito bem...

Até que surgiu a surpresa. Por entre os 46 concorrentes altamente concentrados no esculpir das belas artes, apareceu António Raminhos, o ator que faz umas graças com piada no 5 para a Meia--Noite, da RTP1, àsegunda-feira, com Luís Filipes Borges. Raminhos integrou-se na perfeição entre os concorrentes, fez umas escavações e, por azar, perante a câmara que tudo revelará numa próxima segunda-feira, encontrou uma boneca insuflável. Perguntou ao miúdo ao lado se tal lhe pertencia e tendo-lhe sido dito que não, meteu-se com um chinês e enterrou-o na areia. Tudo num bom clima tal como o da praia que não fosse o vento seria mesmo o melhor do mundo. Sobretudo porque ali, tal como há60 anos, pais e filhos partilhavam o sonho dos castelos e das estrelas do mar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG