Matou cão: paga 1920 euros. Injuriou homem: paga 2000

O dono de Simba diz que vai recorrer e critica "legislação que teima em chamar coisa a um animal"

Há pouco mais de um ano o caso de Simba comoveu o país: o cão, um Leão da Rodésia de cinco anos, teria sido abatido pelo vizinho, que, confrontado pelo dono do animal, negava a acusação e garantia ó ter disparado para o ar. Agora, o tribunal decidiu: uma multa para quem matou o cão e outra, maior, para quem injuriou uma pessoa.

O Tribunal de Idanha-a-Nova condenou ontem o homem que matou Simba a uma pena de 240 dias de multa, o que equivale a 1920 euros, e a uma indemnização de 4000 euros. E condenou o dono do cão a uma multa de 2000 euros e a uma indemnização de 1500 euros por ter chamado assassino ao homem que lhe matou o Simba, avançou o Expresso.

No Facebook, José Diogo Castiço, o dono do Simba, garante que vai recorrer e critica a "legislação que teima em chamar coisa a um animal que é parte integrante de um agregado familiar".

Exclusivos