Marionetas de (quase) todo o mundo em Montemor-o-Novo

Um total de 13 companhias, de Portugal, Espanha, Suécia, França, Holanda, Peru e Japão, vai transformar Montemor-o-Novo no "reino dos bonecos", a partir de terça-feira, durante a realização do VI Encontro Internacional de Marionetas.

A iniciativa, que se prolonga até 10 de junho, é promovida pela Associação Cultural Alma d'Arame, de Montemor-o-Novo, em parceria com o município.

O evento, adiantou hoje à agência Lusa a organização, conta com um orçamento que, este ano, ronda "os 50 mil euros", financiado pela Direção-Geral das Artes e câmara municipal.

O "aumento sustentado do número de apresentações" é um dos pontos fortes da edição 2013, que totaliza 19 espetáculos protagonizados por companhias nacionais e estrangeiras, com " diferentes formas de abordagem ao mundo da marioneta e das formas animadas".

Uma diversidade que, frisou a organização, visa suscitar "um espaço de reflexão e abertura a novas ideias, a outros modos de olhar este universo artístico", para responder ao "crescimento de um público cada vez mais exigente e diversificado".

Outra das novidades, realçou a Alma d'Arame, é colaboração com a Bienal Internacional de Marionetas de Évora (BIME), de 04 a 09 de junho, e o Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas de Lisboa (FIMFALx).

Dirigido a todos os públicos, o encontro centrado no teatro de marionetas reforçou também as suas ações complementares, incluindo conferências, workshops, exposição, seminários e uma masterclass com o marionetista e pedagogo sueco Michael Meschke.

O Cineteatro Curvo Semedo, o Centro Juvenil, a Sociedade Filarmónica Carlista, o Jardim dos Cavalinhos, o Espaço do Tempo, o Convento da Saudação e a Escola EB 2,3 São João de Deus são os "palcos" das várias iniciativas.

Em relação aos espetáculos, a organização destaca as atuações de "duas das companhias mais conceituadas a nível mundial".

Trata-se da companhia holandesa Stuffed Puppet Theater, com "o seu espetáculo cheio de humor negro" intitulado "Mathilde" (06 de junho), e o grupo peruano Hugo e Inês, que vai representar "Cuentos Pequeños" (07 de junho), um espetáculo "hilariante e desconcertante".

Os primeiros dias do Encontro Internacional de Marionetas, a partir de terça-feira, vão ser preenchidos com um Laboratório de Marionetas Virtuais e a Oficina de Brincar.

A componente de espetáculos arranca só a 02 de junho, com a peça "Petites Âmes", dos Mecanika -- Companhia Paulo Duarte, de França.

Ao longo do certame, atuam ainda os Teatro de Ferro (Porto), LFA -- Teatro de Formas Animadas (Vila do Conde), Limite Zero (Porto), Marionetas do Porto, Fosso de Orquestra (Lisboa), Fio d'Azeite (Sintra), S.A. Marionetas (Alcobaça), Beniko Tanaka (Japão), Ymedioteatro (Espanha) e Sara Henriques e Rui Rodrigues.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG