Marcelo: "nenhuma equipa banal chega às meias-finais"

Presidente da República diz que maior mérito da equipa é a "união" e lembra as suas campanhas eleitorais para exaltar mérito da seleção

O Presidente da República assumiu esta manhã que está preocupado com a lesão de Pepe, mas continua confiante, já que o "principal mérito de Portugal é a unidade da equipa". No dia do jogo entre a seleção nacional e o País de Gales, que Marcelo irá ver a Lyon, o chefe de Estado respondeu aos críticos da seleção dizendo que "nenhuma equipa banal chega às meias-finais, isso não existe."

O Presidente comparou até as suas disputas políticas com a batalha da seleção: "para quem como eu já fez disputas eleitorais, e já ganhei e já perdi, sabe que sem mérito não se chega às meias-finais e ninguém chega por acaso a umas meias-finais".

Marcelo não quis dar prognóstico, mas fez uma antecipação detalhada do jogo, mostrando-se satisfeito pelas recuperações de Raphael Guerreiro e André Gomes, e esperando que, mesmo sem Pepe, "a defesa esteja em boa forma".

O Presidente lembrou ainda o que disse aos jogadores quando foram a Belém. Quando entrarem em campo, pede Marcelo, os jogadores devem "pensar nos portugueses, que ao jogarem, não pensem nas suas carreiras, nem na seleção, mas nos milhões de portugueses para os quais o que se passa naquele campo é fundamental, para a alegria, para a esperança, para o sentir ser português."

Quanto aos méritos da seleção, Marcelo destaca a "união" e a forma como jogadores "com mais experiência e menos experiência", craques e não craques, "trabalham juntos", o que é "um bom exemplo para o país".

Sobre a estética do jogo, Marcelo defende os comandados de Fernando Santos. O Presidente recorda que "muitas pessoas têm dito que Portugal não tem um jogo muito bonito e não notam o mérito que é fazer de um conjunto de jogadores uma equipa". O Presidente lembra ainda que há seleções como Espanha, Itália e Alemanha cujos jogadores já jogam juntos há muitos anos.

Após o final da segunda etapa do "Portugal Próximo", que termina após o almoço, Marcelo Rebelo de Sousa segue para Lyon, onde vai assistir ao jogo entre Portugal e o País de Gales.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG