Mantém-se greve de segunda-feira

O secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, saiu esta tarde do ministério da Educação sem acordo. "Aquilo que se passou aqui foi praticamente zero", disse à saída da reunião com o secretário de Estado Casanova de Almeida. Sem acordo, mantêm-se a greve marcada para segunda-feira.

Segundo Mário Nogueira, o Governo não apresentou nada de novo em relação à mobilidade especial, nem sobre o horário de trabalho. O sindicalista acusou ainda o Ministério de estar a tomar medidas que põem em causa o direito à greve, com as indicações que está a dar às escolas para substituir vigilantes e até os professores do secretariado de exames.

Os sindicatos dos professores marcaram greve aos exames para segunda-feira, quando se realizam os exames de Português e Latim do 12.º ano, com o objetivo de contestar a aplicação do regime de mobilidade especial aos docentes por temerem o despedimento e o aumento do horário de trabalho de 35 para 40 horas semanais.

Esta tarde os sindicatos e o Ministério têm estado reunidos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG