Mais de mil aposentados acusam Governo de roubo

Mais de mil aposentados e pensionistas acusaram hoje o Governo de estar a roubar nas pensões e exigiram a demissão do Executivo.

"Roubo na pensão não é solução", "aposentados e pensionistas vêm dizer não ao Governo ladrão" e "está na hora de o Governo ir embora" foram algumas das palavras de ordem entoadas pelos manifestantes frente ao Ministério das Finanças, em Lisboa.

A manifestação, promovida pela Frente Comum dos Sindicatos da Função Pública começou no Rossio e percorreu algumas ruas da Baixa lisboeta em sinal de protesto contra o corte médio de 10% nas pensões que será aplicado aos pensionistas do Estado.

No final do protesto, a coordenadora da Frente Comum, Ana Avoila, entrou no Ministério das Finanças com uma delegação de reformados e pensionistas para entregar a resolução aprovada pelos manifestantes.

Na resolução hoje aprovada, para além da rejeição do corte nas pensões, a Frente Comum apela a todos os aposentados para que expressem "o seu descontentamento e oposição já no próximo dia 29 de setembro, nas eleições autárquicas".

Insta ainda a todas as entidades o envio para o Tribunal Constitucional do diploma que determina os cortes nas aposentações para efeitos de fiscalização da constitucionalidade.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG