Mais crime violento em cinco distritos de norte a sul do país

Os distritos de Bragança, Évora, Santarém, Portalegre e Vila Real foram os que registaram um maior aumento da criminalidade violenta no ano passado, revela o Relatório Anual de Segurança Interna, a que a Lusa teve acesso.

De acordo com o documento, hoje analisado pelo Conselho Superior de Segurança Interna, nestes cinco distritos a criminalidade violenta e grave subiu mais de oito por cento (%).

Foram igualmente cinco os distritos onde a criminalidade violenta e grave subiu até 8% no ano passado relativamente a 2010: Beja, Coimbra, Leiria, Setúbal e Viseu.

Os distritos onde a criminalidade violenta e grave desceu, de acordo com o RASI, foram Lisboa, Castelo Branco, Guarda, Aveiro, Porto, Braga, Viana do Castelo e Faro.

Nas regiões autónomas, a este tipo de criminalidade desceu no arquipélago dos Açores e subiu até 8% na Madeira.

No que se refere ao número de participações às autoridades, os distritos onde mais subiram (mais de 8%) foram Bragança, Portalegre.

Já os distritos de Vila Real, Guarda, Leiria, Évora, Beja e Setúbal foram os que registaram um aumento de participações às autoridades inferiores a 8%.

No sentido inverso, as regiões autónomas da Madeira e Açores e os distritos de Faro, Lisboa, Coimbra, Castelo Branco, Aveiro, Viseu, Porto, Braga e Viana do Castelo registaram igualmente descidas nas participações às autoridades.

Santarém foi o único distrito, de acordo com o RASI, que manteve o número de participações às autoridades.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG