Marques Mendes investe 70 milhões em energias renováveis

A NUTROTON Energias vai investir cerca de 70 milhões de euros em quatro projectos de produção de energias renováveis na Região Autónoma da Madeira nos próximos três anos, disse à Lusa o administrador da empresa.

Luís Marques Mendes falava a propósito da apresentação do parque fotovoltaico a construir na ilha do Porto Santo, o primeiro do género no arquipélago madeirense, que deverá estar a funcionar em Março de 2010.

    Realçou que este projecto representa "um investimento totalmente privado" na ordem dos sete milhões de euros que vai permitir a produção de energia a partir do sol, na ordem dos 2 Megavolts, o suficiente para metade da população da ilha em período normal.

    Marques Mendes realçou que este será um "contributo importante para o ambiente", que vai permitir "tirar partido das potencialidades que o Porto Santo tem em matéria de energias renováveis (sol), produzir energia limpa e vem de encontro ao objectivos do Governo Regional que é tornar aquela ilha auto-sustentável".

    Este parque representará ainda "a redução de 1.600 toneladas por ano na emissão de CO2, apontou .

    Adiantou que será também "um contributo para o incremento turístico do Porto Santo", porque cada vez mais são procurados destinos onde existem apostas nas energias limpas.

    Marques Mendes salientou que a NUTROTON Energias tem projectados mais três projectos para a Madeira que vão representar um investimento privado de 70 milhões de euros e uma produção de energias renováveis de 25 megavolts, designadamente um parque fotovoltaico na zona do Caniçal (extremo este da Madeira), um parque eólico e uma central biomassa.

    Argumentou que este tipo de investimento é "um contributo para o desenvolvimento sustentável, económico, ambiental e social porque permite a criação de postos de trabalho".

Exclusivos