Coelho diz que Governo regional deve pedir ajuda

O líder do Partido trabalhista Português-Madeira defendeu hoje que o presidente do Governo Regional deve pedir ajuda financeira a Lisboa e à União Europeia para apoiar as vítimas dos incêndios, porque o arquipélago não tem dinheiro.

"O presidente do Governo deve fazer o levantamento dos prejuízos junto dos autarcas e pedir verbas à República e à União Europeia para resolver os problemas, porque devido à situação financeira da região, que não tem dinheiro, vai ser mais difícil ajudar as vítimas dos incêndios", disse à agência Lusa José Manuel Coelho.

Para o também deputado do PTP na Assembleia Legislativa da Madeira, que hoje efetuou uma visita a locais atingidos pelas chamas na freguesia e concelho de Santa Cruz, "é evidente que o Governo Regional não tem dinheiro, porque se tivesse não era necessário um plano de austeridade" para o arquipélago.

"O dr. Alberto João Jardim que peça dinheiro para ressarcir as pessoas dos seus bens que perderam neste incêndio", insistiu José Manuel Coelho, considerando que a política agrícola e florestal seguida nos últimos 20 anos pelo executivo insular potenciou os incêndios.

Segundo o parlamentar, "abandonou-se a agricultura de subsistência, por não haver água de rega, e os terrenos foram enchendo de mato, que foi o combustível para este incêndio apocalíptico".

"Foi o resultado das políticas que conduziu a este desastre ambiental, passou a haver terras ao abandono da serra ao mar", sustentou, desafiando Alberto João Jardim, também líder do PSD-Madeira, a cancelar a festa do Chão da Lagoa e a direcionar o dinheiro dispendido na iniciativa partidária para as vítimas dos fogos.

Considerando que para colmatar os prejuízos decorrentes dos incêndios são necessários "alguns milhões de euros", José Manuel Coelho sugeriu, ainda, que "o dinheiro gasto no Jornal da Madeira ou com o rali Vinho Madeira também podia ser canalizado para as vítimas desta calamidade".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG