Coelho compara Jardim a Kim Jong-il por ser megalómano

O presidente do PTP-M, José Manuel Coelho, comparou hoje Alberto João Jardim ao ex-lider da Coreia do Norte, Kim Jong-il, ao fazer obras megalómanas para se perpetuar "enquanto o povo passa fome".

Numa iniciativa política no norte da Madeira, na freguesia do Seixal, no concelho do Porto Moniz, José Manuel Coelho denunciou o apoio dado pelo Governo Regional e pela União Europeia a um projeto privado de aquacultura iniciado em 1995 e que se manteve operacional durante cinco anos "mas que agora está abandonado e que custou três milhões de euros".

"É preciso avivar a memória para o comportamento aberrante do dr. Alberto João Jardim que se comporta como o ex-líder da Coreia do Norte erguendo obras faraónicas, sem utilidade prática, em jeito de culto da personalidade e de perpetuação no poder enquanto o povo passa fome", declarou.

Para José Manuel Coelho, o buraco de 6,3 mil milhões de euros nas contas da Região Autónoma da Madeira e que "o povo é chamado, agora, a pagar" reflete "o comportamento anárquico e lunático do dr Alberto João Jardim durante os 30 e tal anos dos seus governos".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG