Madeira atribui 'honoris causa' a investigador alemão

A Universidade da Madeira decidiu atribuir o título de doutoramento 'Honoris Causa' ao investigador Ludwig Paul Streit, a 13 de setembro, dia em que a academia madeirense assinala os 25 anos da sua fundação, disse à Lusa fonte da reitoria.

Este é o terceiro doutoramento 'Honoris Causa' atribuído pela universidade da Região, a mais jovem instituição de ensino superior ao país, tendo o primeiro acontecido em 1995, ao biólogo almão Gunther E.Maul, que viveu no Funchal entre 1930 e 1997. O segundo foi em 2011, numa ação repartida por mais de onze universidades portuguesas, ao reitor de Macau, Wei Zhao.

O reconhecimento a Ludwig Paul Streit surgiu de uma proposta do atual reitor da universidade, José Carmo, foi aprovada pela Comissão Académica do Senado em junho e a sessão solene de atribuição do título faz parte do programa das comemorações da abertura do ano académico, que coincide com a celebração dos 25 anos da criação da universidade (13 de setembro de 1988).

Ludwig Paul Streit tem 75 anos, é natural da Alemanha, lecionou na Universidade de Bielefeld, sendo professor catedrático convidado na Universidade da Madeira (UMa) há mais de 20 anos e professor jubilado da academia insular.

A mesma fonte destaca que Ludwing Paul Streit "é autor de uma vasta obra na área da Física-Matemática, quer na área do ensino, lecionando cursos em diversos países e colabora na elaboração de um manual de Física para o ensino secundário, adotado em muitas das ilhas das Filipinas".

Na área da investigação, tem o seu nome ligado a "múltiplas publicações, orientações, atividades de dinamização científica e colaborações internacionais com investigadores de vários continentes".

Destacou a sua "capacidade de criação e organização de ambientes propícios à investigação, merecendo particular relevo o seu papel na direção e dinamização do ZiF (Zentrum für interdisziplinäre Forschung) da Universidade de Bielefeld, bem como na criação do BiBoS (Bielefeld-Bochum-Stochastic), atual Bielefeld-Bonn-Stochastic, um centro de investigação em Física-Matemática, centros por onde passaram grandes matemáticos dos últimos 40 anos".

Ludwig Paul Streit colaborou na criação do Centro de Ciências Matemáticas (CCM) da Universidade da Madeira em 1995, estrutura de investigação que já obteve duas classificações de 'excelente" na avaliação desenvolvida pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e durante 15 anos organizou os bianuais "Madeira Math Encounters" (Encontros de Matemática da Madeira).

"Esta sua atividade foi fundamental para o desenvolvimento científico e para a internacionalização da Universidade nesta sua curta história", realça a mesma fonte da reitoria da UMa.

A Universidade da Madeira foi criada a 13 de setembro de 1988 e, ao longo da sua história, integrou na sua estrutura a Escola Superior de Educação (1989), o Instituto Superior de Artes Plásticas (1992) e a Escola Superior de Enfermagem (2004).

A UMa tem cerca de 3.300 alunos, 135 funcionários não docentes e 210 docentes, os quais cobrem cerca de duas dezenas de áreas consolidadas do saber e, para o ano académico de 2013/2014, abriu vagas para 18 cursos de licenciatura, 13 mestrados, seis doutoramentos e ainda dois mestrados profissionais no âmbito da parceria com a Carnegie Mellon.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG