Lista de inscritos para cirurgia sobe

A lista de inscritos para cirurgia aumentou de 2010 para 2011, assim como a mediana do tempo de espera.Apenas 19 unidades cumpriram tempo máximo de resposta para consultas muito prioritárias.

De acordo com o relatório de acesso aos cuidados de saúde do SNS, "a mediana do tempo de espera aumentou ligeiramente de 3,0 para 3,3 meses". Também o número de inscritos subiu 2% em relação a 2010, apesar de o Governo dizer que a oferta dos serviços aumentou. O número de inscritos ultrapassa os 175 mil.

Também o número de vales de cirurgia atribuídos no âmbito do Sistema Integrado de Gestão de Inscritos para Cirurgia (SIGIC) tem estado a descer desde 2008. No ano passado não foi excepção.

No que respeita a tempos de espera, apesar do aumento global do número de primeiras consultas, nas consideradas muito prioritárias apenas 19 unidades (33%), contra as 51 em 2010, dizem ter cumprido o tempo máximo de resposta garantido. Já nas cirurgias programadas consideradas muito prioritárias 32 unidades (56%) cumpriram os prazos. Em 2010 esse número estava em 40.

Quanto à afixação de informação atualizada sobre tempos de resposta garantido, em locais de fácil acesso e consulta, apenas cerca de 43% (52 instituições) refere que o fez. Quase o mesmo número de instituições referem ter disponibilizado esta informação na internet. O relatório diz que a "maioria dos agrupamentos de centros de saúde continua a não dispor de site próprio, o mesmo se passando com algumas entidades hospitalares.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG