Lisboetas pediram e vão ter uma nova ciclovia e trilhos em Monsanto

Habitantes foram chamados a dizer o que queriam para a capital e escolheram as bicicletas.

Lisboa tem já 40 quilómetros de pistas cicláveis, mas nem por isso os alfacinhas parecem estar satisfeitos com a rede que têm ao dispor. Na 7.ª edição do orçamento participativo, a amiga de duas rodas foi coroada pelos lisboetas, com o projeto de criação de uma rede de ciclovias entre os edifícios da Universidade de Lisboa a ser o mais votado na categoria dos mais caros. A "bicla" esteve também em destaque no grupo das ideias de execução mais barata - entre 11 vencedores nesta classe, um visa a disponibilização de "ligações cicláveis" entre o eixo Av. da República-Av. Fontes Pereira de Melo-Av. da Liberdade e o eixo Av. Almirante Reis-Av. Guerra Junqueiro-Av. de Roma e outro prevê a criação neste último para aquele tipo de mobilidade.

Foi em ambiente de festa que foram ontem revelados os projetos que os lisboetas querem (e vão) ter na sua cidade. Numa cerimónia que decorreu nos Paços do Concelho, foram 13 as ideias mais votadas - 11 na categoria até 150 mil euros e dois no conjunto entre aquele valor e 500 mil. Desta vez, serão investidos 2,428 milhões de euros, 500 mil dos quais no U-Lisboa em Bicicleta.

Leia mais pormenores na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG