Liga quer que serviços à Brisa e REN passem a ser pagos

A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) quer um novo modelo de financiamento dos corpos de bombeiros que inclua o pagamento de serviços e taxas por parte de empresas.

Sobre a mesa está a hipótese de as concessionárias das autoestradas, como a Brisa, e dos IP serem chamadas a pagar serviços efetuados pelos bombeiros, como a limpeza das vias na sequência de um acidente. E de empresas do sector elétrico, como a REN ou a EDP Distribuição, pagarem a proteção das linhas de alta tensão, uma das prioridades no combate aos fogos.

Leia mais no e-paper do DN ou na edição impressa

Exclusivos