Julgamento que condenou Sá Fernandes vai ser repetido

O Tribunal da Relação de Guimarães mandou repetir o julgamento que condenou o advogado Ricardo Sá Fernandes a pagar uma indemnização ao empresário da Bragaparques Domingos Névoa por difamação.

O advogado Artur Marques, que defende o empresário, disse hoje à agência Lusa que o Tribunal da Relação entendeu ser necessário "clarificar o conteúdo criminal das declarações feitas ao semanário Sol por Sá Fernandes que, numa entrevista em Janeiro de 2007, chamou 'corruptor e vigarista' ao empresário da Bragaparques".

Em Março passado, o Tribunal de Braga deu razão ao empresário da Bragaparques e obrigou Ricardo Sá Fernandes não só a indemnizar o empresário em cinco mil euros, mas também a pagar uma multa de três mil euros.

O caso prende-se com a alegada tentativa de Domingos Névoa de corromper o vereador da Câmara de Lisboa José Sá Fernandes, para este desistir de uma acção popular que interpôs em Tribunal para tentar inviabilizar o negócio de permuta, entre a Bragaparques e a Câmara de Lisboa, de terrenos da Feira Popular.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG