Jovens "instrumentalizados", acusa PS

É Carnaval, mas os socialistas levaram a mal o protesto de jovens em Viseu, no discurso de Sócrates. Estes dizem que queriam apenas ser ouvidos pelo primeiro-ministro.

Os socialistas de Viseu digeriram mal o protesto dos jovens da "Geração à Rasca", que interromperam José Sócrates quando este apresentava na cidade a moção que vai levar ao congresso, e acusam os jovens de terem sido "instrumentalizados".

Os jovens "não são contra o Governo. Apenas queriam falar e ser ouvidos", respondeu ao DN Paulo Lagante, porta-voz do movimento, que na segunda-feira interrompeu o discurso de Sócrates. Entretanto, protesto da "geração à rasca", previsto para o próximo sábado, dia 12, vai chegar a seis cidades europeias. Barcelona, Berlim, Copenhaga, Estugarda, Haia e Londres são algumas das cidades que terão jovens portugueses a protestar, junto às embaixadas e consulados, para que um dia possam "voltar para casa".

Leia mais pormenores no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG