José Maria Martins suspenso por três anos

O advogado, José Maria Martins, advogado de Carlos Silvino, no processo Casa Pia, está proibido de exercer a profissão durante três anos.

Em causa a violação do artigo 84.º do Estatuto que obriga um advogado a ter "um comportamento público e profissional adequado à dignidade e responsabilidades da função que exerce, cumprindo pontual e escrupulosamente os deveres consignados no presente Estatuto e todos aqueles que a lei, os usos, costumes e tradições profissionais lhe impõem".

Em Julho de 2009, a OA já o tinha condenado a três anos de suspensão por violação dos Estatutos, também no âmbito do processo Casa Pia.

Já em 2006, o advogado fora suspenso pelo Conselho Deontológico por seis meses. Em causa uma queixa feita por Serra Lopes, advogado de Carlos Cruz, arguido no processo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG