Janeiras alentejanas visitam o DN

O Grupo Coral Estrelas do Sul de Portel (distrito de Évora) esteve no Diário de Notícias a cantar as janeiras.

Criado há 30 anos, o Grupo Coral Estrelas do Sul trouxe oito dos seus dez elementos para cantar as Janeiras nas Galerias do Diário de Notícias. O grupo, que divulga o cancioneiro do Alentejo, "destaca-se pela excelência de três vozes" e estão ligados a êxitos como o "Eu ouvi um passarinho", diz o porta-voz Teixeira.

De calças e boné cinzentos, colete azul com diversos "pins" da região, camisa axadrezada, e o tradicional lenço (cachené) sobre os ombros, começam por cantar o tema "Nossa Senhora do Carmo".

Sem instrumentos, e utilizando apenas a voz, os alentejanos riem-se quando se fala em ensaios. "Ensaios? O ensaio é em cima do palco. Se tivermos uma ou duas atuações por semana, essas atuações já são ensaios para a semana seguinte".

"Não precisamos de 25 vozes para cantar bem. Somos apenas oito e fazê-mo-lo de igual forma", diz o porta-voz do grupo, que é apresentado pelos colegas como o "sr. Teixeira", acompanhado de palmas.

Luís Madeira, com 23 anos, e o elemento mais novo, foi convidado há cerca de oito anos para se ligar às Estrelas do Sul. Estudante de Agronomia, em Beja, cresceu neste ambiente de cantoria alentejana com a ajuda da família. O avô, de quem herdou a alcunha de Barriga Verde, é muito conhecido na terra pelo seu "fantástico talento".

Joaquim Rendeiro, com 80 anos, é o mais velho da "malta". "Fui padeiro, e toda a minha vida cantei". Quando questionado sobre o que o motivava para acompanhar os companheiros nestas viagens, a resposta foi rápida: "vivo mais dez anos se andar com eles. Isto dá-me alegria".

Na hora da despedida, e depois do tema "Hino dos Mineiros", que dedicaram ao Diário de Notícias pelos seus 150 anos, ofereceram uma telha ilustrada com a pintura do grupo num fundo de paisagem alentejana. De seguida, e de malas feitas, despediram-se: "Temos de ir para o Alentejo que amanhã é dia de trabalho".

Alentejanos de gema, visitaram alguns pontos turísticos da cidade, como a Baixa, e "fizeram questão" de almoçar na Casa do Alentejo.