Já há vacinas contra tétano, falta autorização do Infarmed

O laboratório Glaxo SmithKline revelou hoje que mais de 250 mil doses de vacinas contra o tétano estão prontas para ser distribuídas nos centros de saúde e hospitais logo que obtenha a autorização do Infarmed.

"Recebemos hoje um lote com 250.520 doses de vacinas contra o tétano que vão ser distribuídas logo que o Infarmed emita certificado de autorização do lote", para atestar a qualidade do produto, disse hoje à agência Lusa Marta Melo Breyner, directora de comunicação do Glaxo SmithKline.

"O Infarmed comprometeu-se a deferir o certificado com a maior urgência", acrescentou, frisando que existem 120 mil doses para "satisfazer imediatamente os pedidos pendentes" e regularizar a ruptura nos stocks de vacinas contra o tétano em Portugal.

As vacinas agora recebidas vão ser distribuídas pelos hospitais Garcia de Orta (Almada), Peniche, Viana do Castelo, Torres Novas e Açores e pelas subregiões de Saúde de Funchal, Lisboa, Viana do Castelo, Coimbra, Faro, Viseu, Porto, Braga e Beja.

Segundo a Glaxo SmithKline, a falta de vacinas contra o tétano ficou a dever-se a uma inundação ocorrida em Janeiro num armazém da empresa na Bélgica, que destruiu parte de um lote.

"Assumimos o problema da falta de vacinas porque demos conhecimento às autoridades de que poderia haver falhas no fornecimento", realça a porta-voz.

O laboratório adiantou ainda que na sexta-feira será recebida uma nova remessa de vacinas com "mais de 250 mil doses" e as próximas estão previstas para Outubro.

Com esta disponibilidade de stocks, "até ao final do ano não haverá quaisquer problemas", garantiu.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG