Investigadores querem uma nova política para a ciência

Mais de metade dos cientistas do LIP, laboratório que trabalha com o CERN e participou diretamente na descoberta do Bosão de Higgs, quer inversão da "gestão desastrosa da FCT"

A retoma do diálogo com a comunidade científica, a divulgação dos processos e atas dos últimos concursos para bolseiros e investigadores FCT, que se pautaram por "pouca transparência", e a inversão "da política desastrosa que sustenta esta desastrosa gestão da ciência" são as exigências de uma carta enviada ao presidente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), Miguel Seabra, por 94 investigadores do LIP- Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas, na última quinta-feira.

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG