Verão começa com chuva, granizo e trovoada

O verão começa esta quinta-feira com chuva, por vezes forte e acompanhada de granizo e trovoadas, mas com temperaturas a rondar os 30 graus, adiantou à Lusa a meteorologista Patrícia Gomes.

O solstício de verão ocorrerá às 11:07 desta quinta-feira, marcando o início da estação no hemisfério norte. O verão vai prolongar-se por 93,66 dias até ao próximo Equinócio, a 23 de setembro de 2018, de acordo com o Observatório Astronómico de Lisboa.

Patrícia Gomes, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), adiantou que durante a madrugada desta quinta-feira ocorreu bastante precipitação, em especial na região sul e litoral centro, que em alguns locais foi acompanhada por granizo e bastantes descargas elétricas (relâmpagos).

"Por causa desta situação, o IPMA colocou sob aviso amarelo dez distritos de Portugal continental - Aveiro, Coimbra, Castelo Branco, Leiria, Lisboa, Santarém, Portalegre, Setúbal, Évora e Beja -- até às 10:00. Contudo ao longo do dia de hoje poderá haver novos avisos", disse.

Na quarta-feira, os concelhos de Lamego, Armamar e Resende, no norte do distrito de Viseu, foram afetados pelo mau tempo, que provocou inundações e quedas de árvores.

De acordo com a meteorologista, esta quinta-feira poderão ocorrer situações semelhantes como a registada no distrito de Viseu.

"Pode acontecer. O que aconteceu foi realmente um aguaceiro forte com bastante granizo e para hoje a situação e semelhante", disse.

Amanhã [sexta-feira] ainda haverá alguma instabilidade, em especial nas regiões do Norte e Centro e no interior destas regiões com alguns aguaceiros que pontualmente poderão ser fortes e de granizo

Além da chuva forte, o IPMA prevê também para esta quinta-feira vento forte nas terras altas e descida da temperatura máxima, com exceção do Algarve onde está prevista uma subida.

"Amanhã [sexta-feira] ainda haverá alguma instabilidade, em especial nas regiões do Norte e Centro e no interior destas regiões com alguns aguaceiros que pontualmente poderão ser fortes e de granizo", disse.

Patrícia Gomes destacou que a partir do fim da tarde de sexta-feira deverá começar a registar-se uma melhoria.

"Para o fim de semana ainda existem condições de instabilidade. Ainda existem aguaceiros e condições favoráveis à ocorrência de trovoadas, mas serão menos frequentes e mais dispersos", indicou.

No que diz respeito às temperaturas, Patrícia Gomes adiantou que hoje descem, mas amanhã sobem recuperando e no sábado vão registar-se pequenas variações.

"No entanto, as máximas vão rondar os 30 graus em todo o país e em alguns locais serão acima dos 30. As mínimas serão amenas e em muitos locais tropicais, ou seja, com 20 graus ou acima", disse.

A tendência para o início da próxima semana será de melhoria.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".