"Uma grande figura da democracia do país"

O antigo ministro da Justiça Alberto Martins manifestou hoje "uma tristeza imensa" pela morte do presidente honorário do Partido Socialista (PS), António Almeida Santos, lembrando-o como uma grande figura da democracia do país.

"Almeida Santos foi uma grande figura da democracia do nosso país, cruzou o seu destino com alguns dos momentos mais marcantes do Portugal moderno", disse o socialista Alberto Martins à agência Lusa.

Para o antigo ministro da Justiça de José Sócrates, Almeida Santos foi "um homem da política portuguesa, uma grande figura humana", recordando a sua resistência à ditadura e o papel na construção da democracia, na descolonização e na formação do Portugal democrático na vida política e parlamentar.

Alberto Martins que foi também líder parlamentar do PS lembrou ainda Almeida Santos como um "grande legislador da democracia" e um "homem de cultura", além de uma figura académica, da vida universitária e "um homem de Coimbra, da sua universidade".

"É uma tristeza imensa, pois é um dos raros portugueses que fazem parte da história e de muitos de nós da nossa vida pessoal", declarou.