Um brinquedo, um livro, um irmão... Os CTT já recebem as cartas para o Pai Natal

Os CTT já começaram a receber as cartas para o Pai Natal. Brinquedos, livros, animais e até um irmão são os desejos dos mais novos, em cartas para a "Nuvem do Pai Natal" ou "Terra do Frio".

Os CTT já começaram a receber as cartas ao Pai Natal que, todos os anos, chegam à sua rede. Este ano, esperam-se cerca de 170 mil cartas escritas e ilustradas por crianças de todo o país. Os CTT encarregam-se da resposta.

Segundo os CTT, este ano volta a haver o Pai Natal Solidário, uma ação de solidariedade social que surpreende crianças em situação de risco, realizando os seus desejos de Natal. "Nos CTT o Pai Natal tem uma segunda vocação. O de garantir que cerca de duas mil crianças desfavorecidas, à guarda ou acompanhadas por instituições, tenham também elas direito a que os seus pedidos sejam satisfeitos", disse o gabinete de imprensa dos CTT.

Nesse sentido, os CTT pediram a 2000 crianças até aos 12 anos, de 60 instituições de solidariedade, de Norte a Sul do País, que escrevessem as suas cartas ao Pai Natal. Essas cartas estão publicadas na internet no site do Pai Natal Solidário, no Facebook e numa selecção de 68 lojas CTT de Portugal.

"O Natal é a altura do ano mais mágica para as crianças. Mas, infelizmente, nem todas têm Natal. O Pai Natal Solidário vem trazer a magia e a surpresa que as crianças precisam para se sentirem acarinhadas" lê-se no site do Pai Natal Solidário.

Qualquer pessoa pode apadrinhar uma destas crianças, oferecendo o presente pedido por cada uma das crianças. A entrega é feita nos CTT, de forma gratuita e anónima. Não havendo qualquer ligação entre a criança e quem oferecesse a prenda.

Os CTT mobilizaram uma equipa com 15 pessoas para que nas próximas semanas se dediquem a tempo inteiro para garantir que todas as crianças recebam uma resposta "ajudando os pais a manter o sonho de Natal dos seus filhos".

Os CTT terão um presente simbólico para as crianças "que se portaram bem, ou seja, todos", e segundo eles, os presentes não são ainda desvendados "para não estragar a surpresa".

Para os CTT as cartas ao Pai Natal, que com remetente são as únicas aceites sem selo pelos Correios, são "a primeira experiência das crianças na escrita de uma carta". Brinquedos, livros e animais são os presentes mais pedidos ao Pai Natal, mas há quem tenha o desejo de ter um irmão.

Não são apenas os desejos de Natal que demonstram a imaginação que as crianças têm. Os locais a que as cartas se destinam são fruto da criatividade das mesmas. "Pólo Norte", "Nuvem do Pai Natal", "Terra do Frio" ou "Caminho das Estrelas" são algum dos endereços que chegam aos CTT.

Ler mais

Exclusivos