Trinta taxistas detidos em Lisboa este ano

A quase totalidade dos taxistas detidos, por suspeita de cobrarem valores indevidos aos passageiros, sobretudo estrangeiros, operavam no Aeroporto Humberto Delgado.

A Rádio Renascença noticia que são os cidadãos estrangeiros as principais vítimas destas cobranças indevidas dos valores no taxímetro ou de tarifas.

A este ritmo, já que ainda estamos em junho, 2018 promete bater recordes em detenções em comparação com anos anteriores. Só no distrito de Lisboa, a PSP tem detido uma média de 42 taxistas por ano.

Este crime de especulação é punido com penas de prisão que variam entre os seis meses e os três anos ou com multa nunca inferior a 100 dias.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.