TAP leva mães e bebés à Madeira

Para celebrar o Dia da Mãe, a companhia faz o batismo de voo dos primeiros bebés nascidos neste dia, no ano passado. Uma celebração especial para as famílias, com a TAP

No ano passado, a TAP decidiu celebrar o Dia da Mãe com uma surpresa. Este ano, completa a celebração. De que se trata? Hoje, os primeiros bebés nascidos no Dia da Mãe de 2017 terão o seu batismo de voo, viajando com as mães até à Madeira.

Tudo começou quando a TAP surpreendeu as primeiras mães do dia, no ano passado, em cada distrito do país e nas ilhas. Nessa ocasião, todas as famílias receberam um kit bebé, que incluía um voucher para uma viagem de batismo de voo. Este ano, quando os bebés estão prestes a completar um ano de vida, e novamente assinalando o Dia da Mãe, a TAP leva então essas mesmas famílias a cumprir a viagem de batismo de voo dos seus bebés.

No total, são mais de 40 pessoas, oriundas de vários distritos de Portugal, de Norte a Sul, que vão viajar até à Madeira, neste Dia da Mãe. Naquela ilha vão usufruir de um programa dedicado, elaborado com o apoio da Associação de Promoção do Turismo da Madeira, que propõe às famílias algumas experiências em conjunto, incluindo uma aula de ioga com os bebés e sessões de cook experience, bem como outras atividades lúdicas.

"Esta ação, em parceria estratégica com a Associação de Promoção da Madeira, demonstra bem o potencial do destino para o segmento Famílias, em Portugal, mercado de proximidade a apenas 1H30 de distância", explica a companhia, que dá mais uma vez vida a uma iniciativa que vai tornar o Dia da Mãe ainda mais especial.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.