Seis atletas "juniores" estrangeiros notificados para sair do país

O SEF identificou 83 atletas estrangeiros do futebol, futsal e andebol em cinco distritos do norte do país. Verificada a situação documental, seis deles foram notificados para abandonar Portugal

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) levou, ontem, a cabo diversas ações de fiscalização que tiveram como objetivo principal a verificação da situação documental dos cidadãos estrangeiros que se encontram a trabalhar como atletas nas diversas associações desportivas, nomeadamente o futebol, o futsal e o andebol.

Segundo o comunicado do SEF, foram desencadeadas ações inspetivas em cinco distritos do norte do país, nas quais estiveram envolvidos 23 inspetores. A operação iniciou-se, durante a manhã, no distrito de Braga, prolongou-se durante todo o dia nos outros distritos, tendo finalizado em Bragança.

Foram identificados 83 cidadãos estrangeiros, de diferentes nacionalidades, tendo sido notificados a abandonar voluntariamente Portugal seis cidadãos estrangeiros que se encontravam em situação de permanência ilegal no país.

Das ações resultou o levantamento de procedimentos contraordenacionais aos clubes que tinham ao seu serviço cidadãos estrangeiros sem que estivessem habilitados com o necessário título jurídico que lhes permita trabalhar ou residir em Portugal, concluiu o SEF.

Ler mais

Exclusivos