Segurança Social lança portal para facilitar marcações

O novo portal é uma das medidas incluídas no programa Simplex + e na Estratégia Segurança Social Consigo

O Instituto de Informática da Segurança Social lançou hoje o Portal de Marcação de Atendimento que visa facilitar a sua utilização e proporcionar maior eficiência na gestão das marcações de serviços pelos cidadãos e empresas.

De acordo com a nota do ministério, o novo portal é mais simples e fácil de utilizar, proporcionando uma maior eficiência na gestão das marcações aos cidadãos e empresas e está inserido na estratégia de modernização da Segurança Social.

O portal vai permitir um sistema de marcação fácil e intuitivo, com informação em tempo real das disponibilidades de agendamento por parte do cidadão, a possibilidade de gerir os atendimentos, numa área reservada para marcação e consulta, bem como a visualização dos horários (dias e horas) disponíveis para marcação (o atual sistema não dispunha desta funcionalidade).

O portal vai também permitir um conhecimento antecipado sobre os temas que podem ser tratados em cada local, bem como a obtenção prévia de informação e documentação a necessária ao atendimento.

Segundo a nota, o novo portal tem um sistema de alerta, através de envio de sms e/ou email no dia da marcação e na véspera do atendimento.

O novo portal é uma das medidas incluídas no programa Simplex + e na Estratégia Segurança Social Consigo e complementa outras medidas que o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social tem vindo a desenvolver na área do atendimento, designadamente a AppSIGÄ, disponível desde 2016 para o Instituto de Emprego e Formação Profissional e para o Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, que veio permitir aos cidadãos e às empresas tirar no próprio dia senhas de atendimento à distância e acompanhar o estado da fila de espera.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.