Rui Moreira: "Os derrotados desta noite têm rostos"

"...,e esses rostos são os de António Tavares, Rui Rio e Paulo Rangel".

É uma das linhas do discurso de vitória de Rui Moreira, no Porto. "Os derrotados desta noite têm rostos e esses rostos são os de António Tavares, Rui Rio e Paulo Rangel".

O independente, que mantém a liderança da autarquia com uma vitória que pode assegurar uma maioria absoluta, disse ainda que ficou claro que estas eleições, no Porto, não serviram como preâmbulo das primárias no PSD.

(em atualização)

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os aspirantes a populistas

O medo do populismo é tão grande que, hoje em dia, qualquer frase, ato ou omissão rapidamente são associados a este bicho-papão. E é, de facto, um bicho-papão, mas nem tudo ou todos aqueles a quem chamamos de populistas o são de facto. Pelo menos, na verdadeira aceção da palavra. Na semana em que celebramos 45 anos de democracia em Portugal, talvez seja importante separarmos o trigo do joio. E percebermos que há políticos com quem podemos concordar mais ou menos e outros que não passam de reles cópias dos principais populistas mundiais, que, num fenómeno de mimetismo - e de muito oportunismo -, procuram ocupar um espaço que acreditam estar vago entre o eleitorado português.