Retomadas buscas para encontrar pescador

As buscas para encontrar o pescador desaparecido na sexta-feira junto à praia da Fonte da Telha, na Costa de Caparica, concelho de Almada, foram retomadas hoje às 07:00, disse à Lusa fonte da Marinha.

De acordo com a mesma fonte, as buscas, que tinham sido interrompidas às 20:30 de domingo, estão a ser feitas em terra e no mar.

O pescador dado como desaparecido, na sequência de um naufrágio de uma embarcação, tem 18 anos, e é de nacionalidade portuguesa.

O naufrágio foi comunicado à Lusa na sexta-feira passada à noite pelo Comando Nacional de Operações de Socorro da Proteção Civil, dando conta que este ocorrera perto da praia da Fonte da Telha, cerca das 22:20.

"A embarcação de pesca afundou quando se encontrava a navegar a dois quilómetros a oeste da praia da Bela Vista, na Fonte da Telha", revelou entretanto a Marinha.

A embarcação de arte xávega, que navegava com cinco tripulantes a bordo, foi recuperada durante a noite bem como as redes de pesca, disse à Lusa fonte da Capitania do Porto de Lisboa.

Dos cinco pescadores que se encontravam na embarcação, dois nadaram para terra e os outros dois foram resgatados por embarcações de arte xávega que se encontravam a operar no local.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...