Resolvido problema de abastecimento no aeroporto de Lisboa

Vão realizar-se voos durante a madrugada para normalizar situação

A ANA - Aeroportos de Portugal revelou já nesta madrugada de quinta-feira que estão resolvidos os problemas no abastecimento de aeronaves no aeroporto de Lisboa e que serão efetuados voos para "normalizar a situação".

Fonte oficial da empresa precisou à agência Lusa que a ANAC autorizou a realização de voos durante a noite para que possa ser normalizada a operação no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, que levou ao cancelamento de 64 voos e, 11 desviados e 322 afetados por atraso.

Entretanto, foram disponibilizadas camas da Proteção Civil para passageiros que se mantêm esta noite nas instalações do aeroporto, nomeadamente por não terem sido acomodados pelas suas companhias ou por quererem permanecer no local ou porque irão viajar brevemente, acrescentou a mesma fonte.

Aliás, milhares de pessoas ficaram esta tarde retidas na zona de embarque do Terminal 1 do Aeroporto de Lisboa, à espera de informações sobre o atraso ou eventual cancelamento de voos, com os passageiros a descreverem um "cenário caótico".

Refira-se que os problemas com o abastecimento começaram logo pelas 12.00 de quarta-feira, sendo que a ANA foi revelando ao longo do dia que contavam resolver o problema ainda durante a tarde, algo que não foi possível.

Ler mais

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...