Relação de Coimbra confirma condenação a padre pedófilo

O padre e vice-reitor do seminário do Fundão, Luís Miguel Mendes, 37 anos, viu confirmada esta quinta-feira, a condenação a 10 anos de cadeia, pelo Tribunal da Relação de Coimbra.

O padre foi condenado pelos crimes de abuso sexual de menores, abuso sexual de crianças e coação sexual.

Segundo a acusação, Luís Mendes terá abusado de seis crianças no ano passado, cinco das quais alunos em regime de internato no Seminário do Fundão e um antigo aluno do seminário. Os menores eram abusados durante a noite, enquanto dormiam nas camaratas. As vítimas chegaram até a fazer vigias para se tentarem proteger.

De acordo com a sentença Luís Mendes terá agido sempre com menores que considerava "mais fracos emocional ou familiarmente".

Exclusivos