Rangel arrasa política financeira de Costa antes de discurso de Marcelo

Eurodeputado social-democrata elogia política de Costa para os refugidos, mas diz que política financeira é "deplorável"

A quinze minutos da intervenção do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o eurodeputado Paulo Rangel foi duro com o executivo de António Costa, dizendo que "a política financeira, económica e fiscal do governo português é deplorável".

O eurodeputado do Partido Popular Europeu (família europeia do PSD), elogiou, no entanto, "a postura do governo português em matéria de refugiados, estando disponível para receber" e aconselha mesmo "os outros Estados a seguirem o nosso exemplo".

Com o debate do hemiciclo em Estrasburgo centrado na questão dos refugiados, Paulo Rangel defendeu que "devemos estar ao lado dos direitos humanos nesta crise dos refugiados, acolhendo na União Europeia e tendo uma postura solidária." Sobre o acordo com a Turquia, Rangel admite que "não é um bom acordo, é o acordo possível", servindo acima de tudo para "ganhar tempo".

Ler mais

Exclusivos