Já começou a operação 'Verão Seguro 2018' da PSP

A operação vai decorrer até 15 de setembro

A PSP iniciou hoje a operação 'Verão Seguro 2018' através de um reforço da presença policial essencialmente nos centros urbanos, nas plataformas de transportes públicos e zonas junto às praias.

A PSP refere que vai existir "uma presença efetiva nos grandes interfaces de transportes públicos e junto dos aglomerados populacionais"

Em comunicado, a Polícia de Segurança Pública adianta que durante a operação, que vai decorrer até 15 de setembro, também vai concentrar as suas ações na sensibilização e fiscalização rodoviária com o objetivo de diminuir os índices de sinistralidade.

Sem especificar quantos policias vão estar envolvidos na operação, a PSP refere que vai existir "uma presença efetiva nos grandes interfaces de transportes públicos e junto dos aglomerados populacionais com o objetivo de se manter baixos índices de criminalidade".

Segundo aquela força de segurança, as zonas aeroportuárias internacionais serão também alvo de atenção, bem como a segurança nas praias.

Durante o verão, a PSP tem ainda os programas 'Chave Direta', de vigilância a residências de quem se ausenta para férias, 'Estou Aqui', pulseiras que permitem uma localização célere, direcionada e objetiva às crianças perdidas, e 'Portugal -- Safer Place', direcionado aos turistas.

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.