PSP deteve 21 condutores por dia por excesso de álcool

Durante o ano de 2010, a Polícia de Segurança Pública deteve uma média de 21 condutores por dia por excesso de álcool no sangue, num total de 17.805 infractores, revelou hoje a PSP.

De acordo com o gabinete de imprensa e relações públicas da PSP, tendo em conta o período de tempo entre 2007 e 2010, tem-se registado um aumento do número de condutores apanhados com excesso de álcool no sangue. Os dados da PSP indicam que em 2007 foram detectados 13.289 infractores, em 2008 14.065, em 2009 17.179 e em 2010 17.805. Aumento também explicado pelo maior número de testes de alcoolemia efectuados e que entre 2007 e 2010 mais do que duplicaram. Durante o ano de 2007 a PSP efectuou 150.765 testes de alcoolemia, número que cresceu para 195.502 em 2008, 253.821 em 2009 e 312.400 em 2010.

Do total de testes efectuados, foi no ano de 2009 que foram apanhados mais condutores com um nível de alcoolemia superior a 1,2 gramas (7.933), enquanto em 2010 se registaram mais condutores com níveis de álcool no sangue abaixo dos 0,5 gramas (294.595). Em relação a estes testes, a Polícia de Segurança Pública (PSP) adianta que houve um aumento de 23 por cento entre 2009 e 2010, tendo realizado uma média de 865 testes por dia.

Refere ainda que, em 2010, 47 por cento dos testes foram feitos na faixa etária entre os 16 e os 34 anos e, destes, quatro por cento tinham mais de 0,5 gramas de álcool por litro de sangue. Sobre as Operações Páscoa, a PSP revela que fiscalizou uma média de 2500 viaturas por dia em 2010, tendo-se registado dois mortos e 15 feridos graves entre 1306 acidentes.

Exclusivos