Primeiro debate presidencial de Marcelo será com Tino de Rans

Marcelo irá trocar argumentos com Vitorino Silva, Cândido Ferreira e Jorge Sequeira na TVI24. Conheça a agenda completa desse dia

A agenda definitiva dos debates entre os candidatos à Presidência da República foi divulgada esta quarta-feira. É assim possível saber que, no dia 1 de janeiro, sexta-feira, enquanto Sampaio da Nóvoa confronta Marisa Matias (20:35, RTP1), Maria de Belém estará frente a frente com Paulo Morais (21:30, SICN) e Henrique Neto irá debater com Edgar Silva (22:00/22:30, TVI24), Marcelo Rebelo de Sousa terá uma estreia nos debates mais invulgar.

O candidato apoiado por PSD e CDS estará nos ecrãs da TVI24 ao fim da noite (23:30/00:15, segundo a agenda da Lusa) num confronto a quatro: Marcelo irá esgrimir argumentos com Tino de Rans (Vitorino Silva), Cândido Ferreira e Jorge Sequeira.

O agendamento desta transmissão surge no mesmo dia em que Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que deveria haver debates televisivos "de todos com todos".

"Eu disse que, da minha parte, havia uma total disponibilidade de frente-a-frente com todos os candidatos que tivessem candidaturas formalizadas. São dez. Não são três, não são cinco, não são sete, são dez", disse o antigo presidente do PSD.

E se durante a tarde desta quarta-feira havia dúvidas sobre a solução a encontrar quanto a debates com os candidatos Tino de Rans, Cândido Ferreira e Jorge Sequeira, essa questão foi esclarecida ao início da noite.

Ao todo, são dez as candidaturas às eleições presidenciais de 24 de janeiro validadas pelo Tribunal Constitucional e até lá realizar-se-ão debates televisivos entre todos os candidatos, estando ainda marcado mais um debate para segunda-feira com todos os candidatos, com transmissão na Antena 1.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Estou a torcer por Rio apesar do teimoso Rui

Meu Deus, eu, de esquerda, e só me faltava esta: sofrer pelo PSD... É um problema que se agrava. Antigamente confrontava-me com a fria ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e agora vejo a clarividente e humana comentadora Manuela Ferreira Leite... Pacheco Pereira, um herói na cruzada anti-Sócrates, a voz mais clarividente sobre a tragédia da troika passista... tornou-se uma bússola! Quanto não desejei que Rangel tivesse ganho a Passos naquele congresso trágico para o país?!... Pudesse eu escolher para líder a seguir a Rio, apostava tudo em Moreira da Silva ou José Eduardo Martins... O PSD tomou conta dos meus pesadelos! Precisarei de ajuda...?

Premium

arménios na síria

Escapar à Síria para voltar à Arménia de onde os avós fugiram

Em 1915, no Império Otomano, tiveram início os acontecimentos que ficariam conhecidos como o genocídio arménio. Ainda hoje as duas nações continuam de costas voltadas, em grande parte porque a Turquia não reconhece que tenha havido uma matança sistemática. Muitas famílias procuraram então refúgio na Síria. Agora, devido à guerra civil que começou em 2011, os netos daqueles que fugiram voltam a deixar tudo para trás.