Marcelo recebido por Felipe VI e por Rajoy em Espanha

Esta visita ao país vizinho e principal parceiro económico de Portugal "permitirá ilustrar a vitalidade do relacionamento cultural, académico e económico entre ambos"

O Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, vai ser recebido pelo rei de Espanha, Felipe VI, na segunda-feira, e pelo presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, na terça-feira, durante a sua visita de Estado a Espanha.

Segundo o programa oficial divulgado hoje, entre segunda e terça-feira, o chefe de Estado estará em Madrid - onde irá falar nas Cortes, o parlamento espanhol - e terminará a visita em Salamanca, na Comunidade Autónoma de Castela e Leão, na quarta-feira.

Acompanharão o Presidente da República, nesta visita de três dias a Espanha, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e os deputados Carla Barros, do PSD, Luís Testa, do PS, António Carlos Monteiro, do CDS-PP e Rita Rato, do PCP.

Marcelo Rebelo de Sousa tem prevista a chegada à capital espanhola para domingo à noite, mas o programa oficial só terá início na segunda-feira de manhã, quando será recebido pelo rei e a rainha de Espanha, Felipe VI e Letizia, no Palácio Real, com honras militares.

Depois, na Câmara Municipal de Madrid, receberá as chaves da cidade, e prestará homenagem aos "caídos por Espanha", na Praça da Lealdade, antes da audiência com Felipe VI, no Palácio da Zarzuela, a residência oficial dos reis espanhóis, seguida de um almoço privado com os monarcas.

Na segunda-feira à tarde, o chefe de Estado participará num debate com estudantes, na Universidade Carlos III, sobre as relações de Portugal, Espanha e União Europeia com a América Latina e, à noite, terá um jantar de gala oferecido pelos reis de Espanha em sua honra, no Palácio Real.

Segundo uma nota divulgada pela Presidência da República, esta deslocação, que surge na sequência da visita de Estado dos reis de Espanha a Portugal, em novembro de 2016, "pretende reforçar o nível de excelência que caracteriza as relações bilaterais entre os dois países, em todas as suas dimensões".

O programa desta visita ao país vizinho e principal parceiro económico de Portugal "permitirá ilustrar a vitalidade do relacionamento cultural, académico e económico entre ambos os países, bem como manter contacto com a comunidade portuguesa em Espanha", lê-se na mesma nota.

Na terça-feira, Marcelo Rebelo de Sousa irá falar na abertura de um Encontro Empresarial Espanha-Portugal, na sede da Confederação Espanhola de Organizações Empresariais (CEOE), e encontrar-se com jovens portugueses, na residência do embaixador de Portugal em Madrid, Francisco Ribeiro de Menezes.

Perto da hora de almoço, o Presidente da República irá reunir-se com Mariano Rajoy, no Palácio da Moncloa, sede do Governo espanhol, com declarações à imprensa, e à tarde fará uma intervenção no hemiciclo das Cortes Gerais de Espanha.

À tarde, na companhia de Felipe VI, visitará a exposição "Pessoa. Toda a arte é uma forma de literatura", no Museu Reina Sofia, e ao fim do dia oferecerá, no Palácio do Pardo, uma receção de retribuição em honra dos reis de Espanha, na qual já disse que gostaria de contar com a presença do futebolista Cristiano Ronaldo, melhor marcador da história do Real Madrid e da seleção portuguesa.

O dia de quarta-feira será dedicado à cidade de Salamanca e a Castela e Leão, uma das 17 comunidades autónomas de Espanha, onde Marcelo Rebelo de Sousa estará novamente com o rei Felipe VI.

Os dois chefes de Estado vão visitar uma feira de 'start-ups' com algumas empresas portuguesas e depois irão discursar numa sessão solene na Universidade de Salamanca, que celebra os seus 800 anos, durante a qual o coro universitário cantará "Acordai", de Fernando Lopes Graça e José Gomes Ferreira.

O último ponto desta visita de Estado a Espanha será um almoço oferecido pelo Presidente da Comunidade de Castela-Leão, Juan Vicente Herrera, já ao início da tarde de terça-feira.

Marcelo Rebelo de Sousa deslocou-se a Madrid logo oito dias após ter tomado posse como Presidente da República, na tarde de 17 de março de 2016, vindo do Vaticano, para um encontro com o rei de Espanha, seguido de um jantar no Palácio Real.

Oito meses depois, os reis de Espanha, Felipe VI e Letizia, estiveram em Portugal, entre 28 e 30 de novembro, em visita de Estado, com passagens pelo Porto, Guimarães e Lisboa.

Ler mais

Exclusivos