Português "bombista" foi absolvido

Turista português que disse que tinha bomba na bagagem foi hoje presente a tribunal e enviado em liberdade

Manuel Ferreira, de 79 anos, foi hoje de manhã presente ao tribunal de São Tomé.

A sua defesa, a cargo do advogado Aragão Ferreira, sustentou que tudo não passou de um "mal-entendido".

O juiz considerou a expressão usada pelo português como "desadequada" mas não a ponto de configurar um crime.

Turista português encontra-se hospedado no Hotel Pestana e só irá regressar a Portugal na próxima terça-feira.

Ler mais

Exclusivos