Portugal já tem as suas sete maravilhas da natureza

Ao fim de nove meses de votações, mais de 600 mil portugueses escolheram os sete fenómenos naturais que consideraram mais belos. A distinção irá trazer notoriedade e, certamente, um acréscimo de visitantes

Floresta Laurissilva, Parque Nacional da Peneda--Gerês, Grutas de Mira de Aire, Lagoa das Sete Cidades, Portinho da Arrábida, Ria Formosa e Paisagem Vulcânica do Pico. Estas são as 7 Maravilhas Naturais de Portugal escolhidas pelo público português. Com 656 356 votos, esta foi a votação do género com mais adesão.

Sete actos desvendaram as Maravilhas Naturais de Portugal. Num espectáculo de luz, cor e música - com a actuação da fadista Mariza -, que decorreu nas Portas do Mar, em Ponta Delgada (Açores), foram anunciados aqueles que irão passar a ser conhecidos como os ex libris naturais do nosso país.

"Os portugueses não querem saber daquilo que não conhecem. Por isso fizemos este esforço para dar a conhecer ao nosso país aquilo que ele tem de mais belo", disse ao DN Luís Segadães, presidente da New 7 Wonders Portugal, responsável pela iniciativa.

Num espectáculo que pretendeu mostrar toda a diversidade paisagística de Portugal e representar, em sete actos, cada uma das categorias presentes neste concurso, foram anunciados os sete vencedores desta iniciativa. O objectivo principal da mesma é divulgar as maravilhas naturais do País, para que estas nunca se percam.

A Floresta Laurissilva - que é considerada Património da Humanidade (Madeira) e que foi apadrinhada pelo comendador Joe Berardo, venceu os restantes candidatos da categoria de Florestas e Matas.

Já na que distingue as Áreas Protegidas, o eleito foi o Parque Nacional da Peneda-Gerês (no Norte do País), uma reserva pela qual a antiga maratonista Rosa Mota deu o rosto durante todo o processo de escolha.

Já as Grutas de Mira de Aire (Centro), "apoiada"' pelo antigo secretário de Estado do Desenvolvimento Rural Vítor Barros, venceram a categoria de Grutas e Cavernas. Na categoria de Zonas Aquáticas não Marinhas, o público distinguiu a Lagoa das Sete Cidades, dando-lhe o maior número de votos. Esta beleza natural dos Açores foi apadrinhada pelo professor e político José Medeiros Ferreira.

O estilista Luís Buchinho encontrou grandes motivos para ficar satisfeito com os resultados desta votação, já que o Portinho da Arrábida (Lisboa e Vale do Tejo) foi o vencedor na categoria de Praias e Falésias.

Com um sorriso nos lábios estava o antigo ministro do Ambiente Francisco Nunes Correia, que defendia a candidatura da Ria Formosa (Algarve), na categoria de Zonas Marítimas. Finalmente, nos Grandes Relevos, o vencedor foi novamente uma Maravilha açoriana, neste caso a Paisagem Vulcânica da Ilha do Pico, cujo padrinho era António Cabral.

Se tomarmos como comparação a eleição das 7 Maravilhas de Portugal, o número de votantes da distinção de ontem superou o dobro deste número: 300 mil votantes para as Maravilhas, cerca de 660 mil na versão "natural".

A New 7 Wonders Portugal espera que este "prémio" promova a preservação da natureza, da mesma forma que a eleição das 7 Maravilhas ajudou a conservar os monumentos escolhidos: a visita a estes locais aumentou 30% após a sua nomeação como Maravilha. Pretende-se o mesmo para as Maravilhas Naturais, uma vez que esta operação "foi um sucesso", assumiu Luís Segadães. "Alcançámos grandes objectivos. Foi um evento de grande escala que pretendia promover na opinião pública a protecção do ambiente", acrescentou o presidente da New 7 Wonders Portugal.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Estou a torcer por Rio apesar do teimoso Rui

Meu Deus, eu, de esquerda, e só me faltava esta: sofrer pelo PSD... É um problema que se agrava. Antigamente confrontava-me com a fria ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e agora vejo a clarividente e humana comentadora Manuela Ferreira Leite... Pacheco Pereira, um herói na cruzada anti-Sócrates, a voz mais clarividente sobre a tragédia da troika passista... tornou-se uma bússola! Quanto não desejei que Rangel tivesse ganho a Passos naquele congresso trágico para o país?!... Pudesse eu escolher para líder a seguir a Rio, apostava tudo em Moreira da Silva ou José Eduardo Martins... O PSD tomou conta dos meus pesadelos! Precisarei de ajuda...?

Premium

arménios na síria

Escapar à Síria para voltar à Arménia de onde os avós fugiram

Em 1915, no Império Otomano, tiveram início os acontecimentos que ficariam conhecidos como o genocídio arménio. Ainda hoje as duas nações continuam de costas voltadas, em grande parte porque a Turquia não reconhece que tenha havido uma matança sistemática. Muitas famílias procuraram então refúgio na Síria. Agora, devido à guerra civil que começou em 2011, os netos daqueles que fugiram voltam a deixar tudo para trás.