Plano para sem-abrigo devido ao frio pronto para ser ativado

A decisão só será tomada no domingo. Algumas estações de metro podem ficar abertas durante a noite para acolher esta população

O plano de contingência da Câmara de Lisboa para a população sem-abrigo devido ao frio está pronto para ser acionado na segunda-feira, informou hoje fonte oficial do município, adiantando que a decisão só será tomada no domingo.

"Tudo indica - e todas as entidades e meios já estão em alerta e articulados - que o plano vai ser ativado na segunda-feira", afirmou à Lusa fonte oficial do município lisboeta. A decisão só será tomada após uma avaliação das previsões meteorológicas por parte da equipa da autarquia que monitoriza o plano.

Este plano é ativado quando se verificam temperaturas mínimas de três ou menos graus celsius por dois dias consecutivos, mas estes critérios podem ser alterados pela sensação térmica.

Também as alterações climáticas têm alterado estes requisitos, segundo a fonte oficial da autarquia, que apontou que o plano de contingência acaba por estar sempre disponível para ser ativado. "Com as alterações climáticas deixou de haver o critério redutor de estações do ano", precisou a fonte, falando numa "constante monitorização" das temperaturas.

Caso o plano entre em funcionamento na segunda-feira, a Câmara de Lisboa vai disponibilizar um pavilhão com espaços de higiene, comida e agasalhos para os sem-abrigo, como habitual. Acresce que haverá distribuição de comida quente e agasalhos por equipas de rua.

Além disso, a autarquia vai reunir-se com a administração do Metropolitano de Lisboa para decidir quais as estações que estarão abertas durante a noite para acolher esta população.

A informação prestada à Lusa surge um dia depois de a bancada do PSD na Assembleia Municipal de Lisboa se ter mostrado preocupada com a ausência de um plano de apoio à população sem-abrigo da cidade perante a vaga de frio, exigindo medidas imediatas.

De acordo com as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), disponíveis no seu 'site', as temperaturas mínimas rondarão os quatro graus celsius na segunda-feira, cinco na terça-feira e três na quarta e quinta-feira. "Uma vasta região anticiclónica localizada na região dos Açores vai continuar a dar origem ao transporte de uma massa de ar muito frio e seco sobre o território do continente ao longo da próxima semana", justifica o IPMA, num comunicado colocado na sua página na internet.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

Crédito: teremos aprendido a lição?

Crédito para a habitação, crédito para o carro, crédito para as obras, crédito para as férias, crédito para tudo... Foi assim a vida de muitos portugueses antes da crise, a contrair crédito sobre crédito. Particulares e também os bancos (que facilitaram demais) ficaram com culpas no cartório. A pergunta que vale a pena fazer hoje é se, depois da crise e da intervenção da troika, a realidade terá mudado assim tanto? Parece que não. Hoje não é só o Estado que está sobre-endividado, mas são também os privados, quer as empresas quer os particulares.