PJ faz buscas no Turismo no Porto, no V. Guimarães e no Sp. Braga

Presidente da instituição foi constituído arguido. SAD bracarense confirma a investigação e a existência de um contrato com o TPNP

A Polícia Judiciária está a fazer buscas na sede do Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), no V. Guimarães e no Sp. Braga, tendo em conta suspeitas de corrupção e favorecimento relacionados com a violação de regras de concursos e adjudicações diretas de obras e patrocínios.

Segundo a RTP, Melchior Moreira, presidente do Turismo do Porto e do Norte de Portugal, foi constituído arguido. A informação foi inicialmente avançada pelo Correio da Manhã.

A SAD do Sporting de Braga confirmou as buscas que foram efetuadas para recolher informação sobre o contrato de patrocínio celebrado com a Turismo do Porto e Norte de Portugal.

Em causa alegados esquemas de corrupção nos patrocínios celebrados por aquela entidade, gerida por Melchior Moreira, e visará também a SAD do Vitória de Guimarães e empresas públicas, como câmaras municipais.

Perante o pedido da PJ, "o Sporting de Braga confirmou a existência de tal contrato, que aliás foi publicamente oficializado, partilhou a documentação existente e prestou à Polícia Judiciária a sua total colaboração", pode ler-se num comunicado no sítio oficial dos 'arsenalistas'.

"Tal como é público, o clube celebrou com a Turismo do Porto e Norte de Portugal um contrato de patrocínio com vista à promoção do país em Madrid, onde a equipa de futsal disputou, em novembro passado, a ronda de elite da UEFA Futsal Cup", tendo o Sporting de Braga recebido "em troca desta associação para presença da marca nas camisolas que o clube envergou na competição, o valor de 15 mil euros (IVA incluído) ".

O Sporting de Braga garante ainda que esta foi "a única relação contratual existente entre as duas entidades" e que "toda a informação sobre a mesma foi disponibilizada".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Bernardo Pires de Lima

70 anos depois

Desde 2016 que os dois principais aliados atlânticos de Portugal estão numa deriva deslegitimadora das duas organizações pilares das democracias europeias. Reino Unido e EUA têm infligido uma pressão colossal na UE e na NATO, enquanto protagonizam um triste espetáculo interno de autoflagelação política. Até quando será suportável aguentar tudo isto em simultâneo? Em ano de pressão eleitoral, estaremos conscientes dos seus efeitos sistémicos?

Premium

Daniel Deusdado

Estou a torcer por Rio apesar do teimoso Rui

Meu Deus, eu, de esquerda, e só me faltava esta: sofrer pelo PSD... É um problema que se agrava. Antigamente confrontava-me com a fria ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e agora vejo a clarividente e humana comentadora Manuela Ferreira Leite... Pacheco Pereira, um herói na cruzada anti-Sócrates, a voz mais clarividente sobre a tragédia da troika passista... tornou-se uma bússola! Quanto não desejei que Rangel tivesse ganho a Passos naquele congresso trágico para o país?!... Pudesse eu escolher para líder a seguir a Rio, apostava tudo em Moreira da Silva ou José Eduardo Martins... O PSD tomou conta dos meus pesadelos! Precisarei de ajuda...?